quinta-feira, 13 de abril de 2017

A primeira vez que dei uma aula


Terça-feira eu fui dar a minha primeira aula. Eu estou na reta final do curso de Letras, em breve vou me formar. E, obviamente, temos que passar pelo estágio antes da vitória. Então eu fui. Sozinha, coração acelerado, mãos suando, dor em todos os lugares possíveis: eis minha amiga ansiedade, que nunca me abandona. Queria contar pra terapeuta amanhã, que eu fiz a respiração adequada, mas é feriado. Semana que vem eu conto. 

Junto com a ansiedade eu carregava uma bolsa cheia de livros, um coração esperançoso e uma pasta com todas as atividades que eu vou dar nas dezesseis aulas que terei com aquela turma. Eu sou uma pessoa exagerada, sei disso, mas não queria que nada saísse do controle. Talvez não tenha saído totalmente. Só a minha coluna com todo aquele peso.

Não sei como descrever, exatamente, a turma. Acho que muitos captaram o que eu quis passar, e é isso o que realmente importa. Mas o meu objetivo com esse texto, que, caso algum aluno acabe lendo, é apenas descrever a sensação que eu tive. E não, esse texto não é para ser uma crônica. Agora vocês sabem disso. Poderia ser, mas decidi que ele se trata apenas de um relato. 

Eu esperava sair de lá com a sensação de que fiz a escolha certa, mas eu sei que isso é errado e precipitado. Não é a primeira aula que eu vou dar que vai me dizer se eu nasci para ser professora. Acontece com o tempo. Estou começando a aceitar esse fato melhor, mas isso não significa muita coisa em relação à aula especificamente, é só um pensamento passageiro e pontual. 

Consegui fazer tudo o que eu havia planejado. Consegui receber a atenção de muitos alunos. Consegui me sentir bem na maior parte do tempo. Acho que isso é um bom começo, certo? Já me sinto professora, mesmo com todas as dúvidas e todas as pedras no caminho, esse recorte, uma primeira aula, me fez sentir ainda mais medo, mas um medo acompanhado da vontade de voltar lá e dar continuidade ao bom trabalho que planejei. E é isso o que eu vou fazer.

Concluo afirmando que a sensação foi "muito louca", como me falaram por lá mesmo. Ótima descrição!


20 comentários:

  1. Olá Thamiris! Ser professor é um desafio. Você será desafiada todos os dias, tanto pelos bons alunos como por aqueles que não querem estudar. Como em qualquer outra profissão você terá que fazer mudanças, adequar-se às vezes, mas existe um fator que é determinante para a continuidade: paixão pela profissão, gosto por fazer bem feito. Desejo a você muito sucesso! ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Maria! Que bom te ver por aqui.
      Exatamente, é um mega desafio, já pude notar.
      E paixão? Ah! Eu tenho muito disso dentro de mim.
      Obrigada pelo carinho! <3

      Excluir
  2. Oi, Thami!
    Eu não faço Letras, mas já dei aula sobre informática em um centro comunitário. Nossa! Eu estava muito nervosa! Então sei bem sua sensação.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção #Sorteio1KSeguidores

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luiza.
      Imagino o seu nervosismo. Também me senti muito nervosa.
      Beijos

      Excluir
  3. Oi, Thamiris! O começo não é fácil mesmo. É uma sensação estranha, um misto de felicidade e medo, com uma dose extra de ansiedade, tudo misturado. Mas com o tempo tudo volta a sua normalidade e você se sentirá completamente realizada, fazendo aquilo que ama. Te desejo sorte em sua nova caminhada e, sei que terás sucesso e realização naquilo que tu faças. Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luciano.
      Acho que poucas coisas são fáceis no começo, né?
      Seu comentário descreveu perfeitamente tudo o que eu senti.
      Obrigada pelos desejos de boa sorte.
      Abraço!

      Excluir
  4. Lendo o seu relato me vieram muitas memórias do meu primeiro dia lecionando. Eu passei mal, de verdade, mesmo já tendo lecionado no Pibid.
    Te desejo sucesso e sei que vc é capaz.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hel, foram tantas sensações! Nem sei explicar direito. Imagino como foi pra você!
      Obrigada por sempre estar de alguma forma acompanhando a minha trajetória.
      Beijos

      Excluir
  5. Que fofa Thami!
    Mas é assim mesmo, com o tempo vc vai descobrir que está no lugar certo. Que as próximas aulas sejam cada vez melhores! ;)
    Eu tinha vontade de fazer letras, mas nunca me vi sendo professora XD
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O tempo é a resposta para tudo, né Carol?
      Obrigada pela visitinha. ♥
      Beijos

      Excluir
  6. Oi Thami
    Que bacana. Eu iniciei o curso de Letras, mas não era o que eu buscava. Eu gosto de ensinar, mas somente uma pessoa por vez. Eu sei que é estranho, mas eu sou meio estranha haha
    Beijos e curta essa nova fase

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lary!
      Não sabia disso, que tinha iniciado o curso.
      Eu te entendo, sabe? Eu também sempre gostei de ensinar uma pessoa por vez. Vamos ver agora.
      Obrigada e beijos. ♥

      Excluir
  7. uma otima profissao, eu acho que eh bem desafiadora msm e a pessoa tem que ter força de vontade, acho que smp teremos medo se fizemos a escolha certa, pode ate demorar um pouco p vc ter certeza da sua ou nao, mas tudo vai no caminho certo e se batalharmos um dia teremos a paz.
    e que otima experiencia q vc passou, com o acompanhar do tempo vc vai perder a ansiedade e começar a se sentir confortável, qm sabe nao eh assim q vc vai ter a sua certeza?

    perolasdelivros.blogspot.coom

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mesmo, Ludmila. O tempo sempre tem uma resposta. E essa questão da escolha certa é uma grande verdade.

      Excluir
  8. Esse tipo de sensação é a melhor de todas amiga; ainda me lembro da primeira aula que lecionei, partilhei do mesmo sentimento e fiquei apaixonada por tudo o que aconteceu durante aquelas duas aulas 💙

    ResponderExcluir
  9. Ser professor é um ministério! Que Deus te abençoe em sua escolha. Tenho certeza que você se dará muito bem!

    ResponderExcluir
  10. Fico muito feliz de você compartilhar o seu relato conosco, seus leitores, Thami. Eu já pensei em ser professora, ainda mais porque me formei em Ciências Sociais e as opções não são muitas. Mas como não fiz licenciatura, fico receosa, mas talvez seja algo que eu aposte nos próximos anos. Talvez fazer um curso para concluir uma licenciatura. Acho uma das profissões mais nobres. A pessoa precisa ter muita coragem e nunca desistir. Acho que esse sentimento que você busca virá com o tempo. Desejo muito sucesso para você e compartilhe mais com a gente suas experiências.

    beijos
    Psicose da Nina | Instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nina, hoje dei outra aula... Que sensação maravilhosa eu senti! E sim, devemos ter muita coragem para enfrentar todos os desafios que essa profissão nos traz.
      Obrigada pelo carinho, sua linda! ♥

      Excluir

Seu comentário é muito importante. Obrigada!

Obs.: Caso você não tenha uma conta no Google e não saiba como comentar, escreva o que deseja na caixa de texto acima e na opção "comentar como" selecione "Nome/URL", preenchendo somente o campo nome.

E-mail para contato: thamirisdondossola@hotmail.com