quarta-feira, 5 de julho de 2017

Resenha: O mistério da Casa Verde - Moacyr Scliar


Sinopse: Ao decidir transformar em clube a Casa Verde, um casarão abandonado que abrigara um antigo hospício da cidade de Itaguaí, Arturzinho e seus amigos vão topar com um grande mistério. Para resolvê-lo, a turma acaba recorrendo à leitura de O Alienista, de Machado de Assis, inspirado em fatos sucedidos na própria Casa Verde, muitos anos antes. Mas como é que um texto publicado no século XIX pode ajudar a compreender um mistério do presente? É o que os rapazes vão descobrir ao longo de uma história em que não faltam suspense, vão, amor e aventura. Em O mistério da Casa Verde, um enredo original e vibrante leva o leitor atual a conhecer um dos maiores clássicos da literatura brasileira.



O mistério da Casa Verde, de Moacyr Scliar é um livro juvenil que faz parte da coleção “Descobrindo os clássicos” e foi inspirado no conto O Alienista, de Machado de Assis. Tal coleção contém uma série de livros juvenis inspirados em clássicos, e eu achei essa proposta incrível, pois é uma forma interessante de motivar os alunos a lerem as obras originais.

Antes de tudo, a Casa Verde é um casarão trancado e abandonado, que antigamente serviu como asilo para pessoas com doenças mentais. Esse casarão inspirou Machado de Assis a escrever o conto O Alienista. Mas vamos para a história de Moacyr Scliar...

"[...] Até o momento em que, pela quantidade de de gente aqui confinada, dei-me conta: o lugar de loucos, como vós, é lá fora. O mundo é um hospício, o vosso hospício." (p. 26)

Arturzinho e sua turma estavam à procura de um lugar para chegar de clube. Eis que o garoto teve a brilhante ideia de abrir um buraco na parede da Casa Verde e transformar pelo menos uma sala daquele lugar, no tão sonhado clube. No entanto, quando Arturzinho e os amigos adentram o ambiente, eles encontram algo que jamais imaginariam: uma pessoa. Ela está vivendo lá dentro! E o lugar está tão limpo! É realmente muito estranho. A princípio, os garotos saem correndo, apavorados. Depois, decidem investigar e descobrir o que, de fato, está acontecendo. Quem é aquele homem? Como ele está vivendo dentro de um lugar abandonado e completamente trancado, com exceção do buraco que abriram? Como aquele ambiente está tão limpo, mesmo depois de tanto tempo fechado?

As respostas para essas perguntas estão no conto O Alienista, de Machado de Assis, e elas são respondidas ao longo do livro, enquanto a turma vai conhecendo o conto com a ajuda de uma professora. O mistério da Casa Verde contém apenas 77 páginas e vai te fazer querer ler tudo de uma vez só. A escrita de Scliar me prendeu de forma admirável, simpatizei bastante com sua narrativa misteriosa e instigante.

O que está por trás desse mistério vai surpreender o leitor. Sempre fico muito feliz quando os escritores conseguem abordar assuntos sérios de forma leve e reflexiva. E é isso, basicamente, o que você irá encontrar em O mistério da Casa Verde, além, é claro, de querer ir correndo ler o conto O Alienista. A propósito, eu já conhecia o conto, que é bastante extenso, por sinal, mas ao ler O mistério da Casa Verde, senti uma vontade enorme de reler. É uma leitura poderosa!

Aventura, mistério, amor e muita reflexão: se você curte essas características em livros juvenis, precisa ler O mistério da Casa Verde.


Referência: SCLIAR, Moacyr. O mistério da Casa Verde. São Paulo: Ática, 2008.

2 comentários:

  1. Oi, Thamiris. Tudo bem? Menina esse livro é muito bom. Eu o li nos tempos do colegial. A editora Ática tem títulos excelentes, esse que você resenhou é um deles. Sua resenha ficou bem explicadinha. Abraços!

    www.marcasliterarias.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luciano!
      Simmmm, é muito bom mesmo né? Eu adorei! Que bacana saber que você leu no colegial. E concordo contigo, adoro os títulos da Ática.
      Obrigada pelo elogio.
      Um abraço!

      Excluir

Seu comentário é muito importante. Obrigada!

Obs.: Caso você não tenha uma conta no Google e não saiba como comentar, escreva o que deseja na caixa de texto acima e na opção "comentar como" selecione "Nome/URL", preenchendo somente o campo nome.

E-mail para contato: thamirisdondossola@hotmail.com